Doenças comuns no gato persa

Doenças comuns no gato persa

Um dos gatos mais antigos e desejados do mundo, o persa é originário do Irã, antiga Pérsia. Suas características nada harmônicas e sua pelagem chamativa é o que o torna tão peculiar e adorável.

Hoje em dia, devido aos cruzamentos, existem mais de 100 diferentes cores de pelagem para essa raça. Os persas têm pelos abundantes, da cabeça ao rabo, seu focinho é achatado, o nariz fica muito próximo dos olhos e estes, são redondos e separados um do outro.

Por conta dessas características físicas, o gato persa pode sofrer de algumas doenças e necessita de alguns cuidados para preveni-las.

Gato persa e suas doenças

  • Tricobezoar: por ter o pelo muito comprido e denso, os persas podem de tricobezoares, bolas de pelo que se formam no estômago. Os gatos costumam regurgitar essas bolas, mas algumas vezes elas se acumulam e eles passam mal, necessitando de atendimento veterinário. Para evitar a doença, basta escovar o bichano regularmente.
  • Problemas respiratórios: o focinho do gato persa é muito achatado, por consequência, a passagem nasal é muito curta. Por isso, eles são mais sensíveis a variações de umidade, frio e calor, ocasionando dificuldade respiratória.
  • Problemas cardíacos: uma consequência da má respiração são os problemas no coração, que atingem com maior frequência gatos persas obesos.
  • Problemas oculares: a forma dos olhos do gato persa podem lhe causar alguns problemas oculares como: glaucoma, entrópio, anquilobléfaro congênita, epífora congênita. Os problemas são tratados com medicamentos e cirurgias.
  • Rins policísticos: persas estão propensos a desenvolver cistos nos rins, que precisam ser tratados para não se multiplicarem. Para prevenir, é necessário realizar uma ecografia uma vez ao ano, pelo menos.

Existem outros problemas mais comuns que atingem os gatos persas, como: dermatite das dobras cutâneas, seborréia oleosa, displasia do quadril e até cálculos renais. Procure sempre o acompanhamento de um veterinário para garantir a saúde de seu bichinho.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *